• Os pontos fortes dos Castelos na Normandia

    • Castelo Normando com Móveis renascentistas
    • Castelo Medieval do Guilherme o Conquistador

    Descrição

    Iremos visitar dois castelos tipicos da Normandia: um castelo de estilo Normando e um castelo medieval.
    Começaremos com o castelo de Saint Germain de Livet.

    Jóia do Pays d’Auge, próximo de Lisieux, o castelo combina uma tradicional mansão de madeira do século XV e uma construção de pedra e tijolo envernizado do século XVI.

    O interior é decorado e ainda mantêm características do renascimento, tem coleções dedicadas ao pintor Léon Riesener e sua família.

    Em seguida iremos visitar o castelo medieval de Guilherme o Conquistador

    A fortaleza que iremos visitar foi construída pelos descendentes diretos de Guilherme, o Conquistador no local exato do castelo onde nasceu. Esse castelo medieval viu os piores confrontos da humanidade: guerra da Normandia, guerra dos Cem anos, Revolução Francesa e a Segunda Guerra Mundial, onde serviu como bunker para o exército Alemão.

    O que inclui

    • Transporte Privativo
    • Visita com Guia Francês falando Português (Brasil)
    • Ingressos e Reservas de restaurantes
    • Visita saindo no dia, horário e local de sua escolha
    • Sem hora suplementar e sem taxa internacional

    Duração

    • Esse passeio tem duração de aproximadamente 12 horas
    • Não será cobrada hora suplementar

    Preços €

    Preço por Pessoa a Partir de Paris

     

    1 2 3 4 5 6 7 8
    780€ 400€ 285€ 245€ 225€ 210€ 195€ 180€

     

    Preço por Pessoa a Partir de Caen

     

    1 2 3 4 5 6 7 8
    450€ 235€ 175€ 150€ 140€ 130€ 120€ 110€
  • Situado na comuna de Saint Germain de Livet, no departamento de Calvados, constituí de elementos dos séculos XU e XVI se tornou propriedade da cidade de Lisieux em 1958.
    O castelo atual se deve a Jean e Pierre Tournebu que mandaram construir no século XV e início do século XVI no lugar de um castelo dos tempos medievais, esses ricos proprietários reconstruíram a fachada em tijolo xadrez e pedras.
    O castelo não foi atingido pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial, permitindo-lhe manter sua arquitetura original. Uma parte do desse castelo foi classificado como monumento histórico em 1924.
    A poucos quilômetros de Lisieux, chegamos a Saint Germain de Livet, uma pequena cidade situada no coração de Pays d’Auge. Vemos imediatamente o seu castelo encantador dos séculos XV e XVI e ouvimos bem antes de ver os guardiões do lugar, dois belos pavões prontos impressioná-lo desfilando suas belas cores.
    O Castelo, uma antiga fortaleza da Idade Média, seduz primeiramente por seu aspecto exterior em um padrão xadrez, do período renascentista, construído em pedra e tijolo envernizado. Ladeada por duas pequenas torres do século XVI na entrada.
    Dando uma volta por trás do castelo para bem aproveitar a arquitetura exterior, e a companhia dos patos habitantes do lugar que guardam zelosamente esse pequeno pedaço de terra histórico.Ao entrar, começamos por visitar a casa da guarda, que está localizada na parte mais antiga do castelo, ou seja, a famosa ala de madeira (colombage) do século XV.

    Encontramos também uma lareira ornamental e cadeiras de Louis XIII, Louis XIV, um belo baú de couro e especialmente fresques do século XVI representando cenas incluindo a cavalaria, apesar do fato de estarem parcialmente danificados, eles, no entanto merecem ser visto.
    Continuando o passeio, chegamos ao edifício em enxaimel, onde há um mobiliário Luís XV, Luís XVI e um jogo de fantoches do século XIX. No primeiro andar, onde há no lobby, vigas recentemente pintada no teto e alguns quadros e caricaturas de Cappielo. Descobrimos então um quarto do século XIX que possuí, entre outras coisas, duas poltronas de couro, service à tabac e um toillete com uma tela igualmente assinada por Cappielo.

    O salão com o seu mobiliário do século XV, incluindo um piano de cauda o qual tocou Rubinstein, é especialmente interessante por os seus azulejos “pré d’Auge” com cores brilhantes e bonitas. O show que se segue é um salão Louis XVI com azulejos quase idênticos ao primeiro, duas escrivaninhas do século XVIII e um sofá de Aubusson de mesma época. Então, chegamos à sala de Delacroix, com móveis do pintor de 1863.
    Em seguida, atravessando um longo corredor, uma verdadeira galeria de Leon Reisener. É importante destacar também que a maior coleção pública de obras do artista pode ser encontrada no Chateau Saint Germain de Livet.No final da galeria, um antigo salão de música. A descida será através da estreita escada em espiral em uma das torres de entrada.
    E assim termina o nosso passeio no coração da renascença Normanda.











Veja Outros Passeios