Visitar os vinhedos de Champagne e Reims

Os pontos fortes do Passeio na Champagne

crown logo Visita guiada em Português das caves Moet et Chandon, Mumm, Veuve Cliquot ou Tattinger (2 caves)

 

crown logo A Rota do Champagne

 

crown logo A famosa Catedral de Reims

Descrição

Excursão de um dia saindo de Paris em direção à cidade de Reims na regiao da Champagne, conhecida no mundo inteiro por sua produção de champanhe única e de prestígio.

Faremos um tour pela cidade de Reims visitando a majestosa Catedral de Reims do século XIII, local de coroação dos reis franceses.

Iremos visitar 2 dessas 4 caves seguintes :

– A cave da Moët e Chandon
– A cave da Mumm
– A cave da Veuve Clicquot
– A cave da Tattinger

Todas as visitas das caves de champagne serao feitas com o guia em português que inclui uma taça de champagne da casa.

Como as caves nao estao abertas todos os dias, iremos adaptar a visita em funçao do horario e do dia escolhido para a visita.

Após a visita voltaremos para Paris.

Historia dos vinhedos de Champagne e Reims

As origens do champagne: retorno à Idade Média

Desde o início da Idade Média, no século 5 D.C, são os religiosos que administram a produção do vinho, este último servindo para celebrar a Eucaristia. Enquanto o número de vinhedos em Champagne continua a crescer, o ano de 1114 é decisivo. Naquele ano, a grande carta de Champagne foi assinada por vários clérigos. Representa o ato fundador da vinha de Champagne. Graças a esta carta, confirmam-se as possessões da abadia de Saint-Pierre-aux-Monts (Châlons-en-Champagne), o que permite que a vinha de Champagne se desenvolva da melhor forma possível.

Um próspero vinhedo e um vinho efervescente

No final do século XVI, os vinhos desta região levam o nome de “Vinhos de champagne”. A mania continua no século XVII: esses vinhos são cada vez mais populares nos tribunais reais da França e da Inglaterra. Por volta de 1660, uma técnica é usada pelos ingleses para preservar os aromas do vinho de Champagne: o engarrafamento. No entanto, esta prática tem uma desvantagem, a de fazer vinho espumante! E é essa característica que dá a este vinho seu apelido de “vinho do diabo”. O copo não era adequado, as garrafas explodiram nos porões e as tampas eram expelidas! Um plus de qualquer maneira: os ingleses adoraram este vinho espumante.

História do champanhe: entre lendas e realidade

Em 1670, Dom Pérignon regressara de uma estadia na Abadia de Saint-Hilaire, perto de Limoux, uma cidade já conhecida por fazer vinhos espumantes. Diz-se que o monge beneditino testou este método de vinificação nos vinhos de sua abadia no Marne. Outra lenda explica que Dom Pérignon é quem introduziu a tampa em liege .Graças à sua impermeabilidade e às suas propriedades isolantes, este último permitiu que o vinho permanecesse fresco e espumante. Foi preciso esperar até o ano de 1729 para ver a primeira casa de champanhe: Ruinart, fundada por Nicolas-Irénée Ruinart em Reims. No entanto, apenas 300.000 garrafas de vinho Champagne são enviadas a cada ano neste momento. Foi no século XVIII que este vinho espumante começou a cruzar fronteiras e a exportar, graças às famílias que possuíam as vinhas. Entre eles, o essencial Moët, Bollinger ou Pommery!

Era contemporânea: novo progresso

Autor e cientista, Jules Salleron inventou a rolha de cortiça em 1860. Vinte e dois anos depois, desenvolveu um instrumento revolucionário de precisão em enologia: o densímetro. Este último foi utilizado para medir o grau alcoólico do vinho e para verificar se não continha muito açúcar ou fermento. Em 1928, são enviados até 24 milhões de garrafas! O consumo deste vinho, sinônimo de celebração, está se tornando cada vez mais popular. Hoje em dia, o champanhe é amplamente aclamado como aperitivo ou sobremesa. O ano de 2015 foi até um ano recorde para o consumo de champanhe, com mais de 161 milhões de garrafas embarcadas, apenas pela França.

Fotos dos vinhedos de Champagne e Reims

O que inclui o passeio na Champagne ?

crown logo Transporte Privativo

 

crown logo Visita com Guia Francês falando Português (Brasil)

 

tour schedule Visita saindo no dia, horário e local de sua escolha

Mona Lisa Logo 1Viaje no seu ritmo

 

crown logoSem hora suplementar e sem taxa internacional

 

create your tour 2 Ingressos e degustações das caves

Duração

Esse passeio tem duração de aproximadamente 10 horas

Não será cobrada hora suplementar

Preço €

Preço por Pessoa a Partir de Paris

12345678
780€400€285€245€225€210€195€180€

Outros Passeios

vinhedos Champagne

Roteiro 3 dias Champagne

7 days Normandy Tour - Private trip visiting the Normandy in 7 days

Roteiro na Normandia

Comentarios sobre o passeio da Champagne

Average rating:  
 3 reviews
by Fabiana M. on Passeio Champagne
Ficamos extremamente satisfeitos da escolha

Conhecemos o Pierre através da indicação de amigos e ficamos extremamente satisfeitos da escolha.O Pierre domina o assunto, nos explicou com detalhes as fases de produção de champanhe, além de adaptar o passeio a nossa demanda.Recomendo o Pierre e sua empresa, e já planejamos o próximo destino na França com ele ! Um abraço

by Julia V. on Passeio Champagne
Experiencia muito enriquecedora

Decidimos fazer o roteiro com a equipe da « descobrindo a Normandia » por terem a opção de guia em Português.Ja havíamos visitado a região anteriormente, porém achávamos que um guia em português iria completar o que ficou faltando.O Pierre planejou e executou nosso roteiro correspondendo a todas as nossas expectativas e além, pois o contato com alguém local nos da uma visão bastante diferente da cultura, língua, politica, etc.experiencia muito enriquecedora.

by Paulo T. on Passeio Champagne
Visitamos as Caves de Mumm, Veuve Clicquot, Moët & Chandon

Passeio muito bem recomendado tanto para quem deseja conhecer o processo de fabricação do champanhe como para quem deseja apenas apreciar a famosa bebida.Visitamos as Caves de Mumm, Veuve Clicquot, Moët & Chandon e também um pequeno produtor local com produtos que nos surpreendeu pela qualidade.Recomendamos o passeio com o Pierre, e certamente voltaremos para conhecer as outras regiões que ele recomenda. A família toda agradece ! Um grande abraço